terça-feira, 29 de junho de 2010

Senti, mas sei que já esqueci.

Não. De novo não, por favor! Minha cabeça ficou confusa, meu coração acelerou e sentiu. Meus pensamentos mudaram, imaginei coisas que não deveria. Minhas pernas arrepiaram, meu cabelo está mais sedoso. Minha agenda foi re-programada. Tudo está mudando. Não volte, deixe como está. Não se aproxime, te suplico, por favor. Estou vivendo bem, estava tudo bem. Agora já não sei. Não sei o quão longe você irá. Não sei se minhas fantasias, desejos e anseios que entraram no ar. Eu mudei e quero continuar. Me libertei, voei, apaixonei. Vivi, senti, curti. Emoções no ar. Não quero me enganar, não quero estragar o que estou vivendo. Só quero aproveitar, quero viver. Ser feliz! A felicidade bateu em minha porta e o amor também. Tudo poderia ter sido diferente, teve tanto tempo. Mas agora eu já não sei. Força, garra, determinação... palavras não faltarão. Fazer de tudo para isso não se perder, não envolver e muito menos enlouquecer. Não, de novo não, por favor! Não se aproxime, te suplico, por favor. Queria dizer, mas não consigo. Falta-me coragem, talvez seja o meu plano B, a minha reserva. Não está certo, eu sei. Por isso, deixe-me viver. Esqueça-me! Você esquece, eu sei. Mas depois você volta. Estou esquecendo. Não! Já esqueci, e talvez esse seja o meu medo, lembrar que um dia senti e hoje já esqueci. Não sei, nunca saberei, não quero saber! Por isso não, de novo não.

"Eu, agora - que desfecho!
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?"
Mário Quintana

19 comentários:

  1. Bonitinho o blog e as coisas nele escritas. ^^
    Tenho que aprender a personalizar o meu assim também. =/

    ResponderExcluir
  2. Achei tão bonitinho o blog.... Gostei mesmo. As coisas nele escritas são bem bonitinhas também...

    ResponderExcluir
  3. É um texto bem sentimental e doloroso.
    Putz, curti teu blog.

    ResponderExcluir
  4. Tudo aqui é tão bonitinho =D

    sobre o post, terminar com mario quintana foi massa *__*

    Bjaum

    ResponderExcluir
  5. Oi Oi :c) Seguiindo, segue lá tbm? Agradeceriamos de coração, de verdade.
    Teu blog ta fofo :D Adoro blogs PESSOAIS, acho interessante ver o qunto somos parecidos (todos), os sentimentos são, em sua maioria, resultado de um mesmo experimento: AMAR.

    Bjos :*

    ResponderExcluir
  6. liindo seu texto..amo seu blog!

    ResponderExcluir
  7. oi, preciso de ajuda! Eu tenho o mesmo layout no meu blog, mas não consigo arrumar o cabeçalho ali em cima! pode me ajudar? www.leeisa.blogspot.com
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Quão pavor!

    Temes entregar-se e ferir-se e logo agora que tudo pareces tão bem! Já passei algo assim!

    Conhecendo novos blogs, gostei daqui!


    Paz!

    ResponderExcluir
  9. Gostei do texto!!



    http://www.fcgustavo.co.cc/

    ResponderExcluir
  10. como ja diria o Caio "não se faça de distante la vem o amor nos dilacerar denovo ..." sem pre vem e passa e volta e nos deixa em pedaços

    ResponderExcluir
  11. exatamente o que estou passando çç

    http://desventurasefazollisses.blogspot.com/
    se quiser comentar ;x

    ResponderExcluir
  12. mario quintana, sempre bom lembrá-lo... texto meio denso, um mix de sensações confusas. curti horrores.. deixa eu dividir com vc um trecho do meu poema favorito...

    "o poeta é um fingidor
    finge tão completamente
    que chega a fingir q é dor
    a dor q deveras sente......"
    (fernando pessoa)
    ---------------------------
    depois dá uma passadinha lá
    http://culturapoperudita.blogspot.com/

    ABs

    ResponderExcluir
  13. Texto muito bonito. Uma indecisão dolorosa.

    ResponderExcluir
  14. belas palavras....sentimentos na escrita...o que queremos sentir,,,,o que temos medo em sentir,,,mas sempre sentimos...

    ResponderExcluir
  15. Texto muito bom e com uma carga sentimental enorme!

    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. nossa achei seu blog perfeito amei mesmo
    beijos
    http://www.bebellima7.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Achei o texto meio adolescente, mas gostei do desfecho com Mario Quintana.

    ;*

    http://musikaholic.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  18. Me identifiquei com o seu post, "não querer que volte mas não deixar de lembrar"... "estar muito bem, mas sentir muita falta"... quem entende?

    Parabéns pelo Blog. =)

    ResponderExcluir
  19. "Esqueça -me/ Vc me esquece, eu sei...". Ficou engraçado, se é que me entende.
    Mário Quintana: genial!
    Tenho essa poesia citada em seu post no meu livro de bolso dele.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir